Continuando a nossa série de posts sobre “O que preciso para criar meu blog“, hoje nós vamos falar sobre Definição de Conteúdo.

O que preciso para criar meu blog? Definindo conteúdo

Definindo meu conteúdo e meu público-alvo

Quando se cria um blog,  deve-se ter consciência de que nem sempre é fácil se destacar dentre tantos blogs que existem na blogosfera atualmente.

Entretanto, isso não é motivo para desanimar ou desistir e sim uma oportunidade de analisar melhor a situação e criar uma estratégia na hora de blogar!

Numa realidade onde cada vez mais os blogs estão se profissionalizando, você deve ter em mente que o leitor é o seu cliente e como tal ele tem necessidades/exigências. Diante disso, é importante que você tenha pelo menos três questões bem definidas:

– Qual tema eu mais me identifico e escrevo melhor?
– Quem é o meu público alvo?
– Eu tenho tempo para me dedicar e manter uma frequência de posts?

Ao responder essas questões você vai conseguir definir qual assunto vai ser o foco do seu blog, para quem você vai escrever e isso vai influenciar muito na maneira que você vai escrever e vai definir se você vai ter condições de manter o blog ativo e constante na produção de conteúdo.

Essa última pergunta é importantíssima e você deve ser bem honesto(a) consigo mesmo(a), uma vez que você também fideliza seu leitor pela frequência de posts. O seu comprometimento é fundamental para o sucesso.

Mas voltando a questão do conteúdo, definir um assunto principal a ser abordado é  importantíssimo para criar uma relevância para seu blog. E isso eu estou falando tanto do ponto de vista do leitor quanto do ponto de vista dos mecanismos de busca.

Nós vemos muito pessoas que querem criar um blog sobre o “mundo feminino”, por exemplo. Claro, é muito interessante falar sobre vários assuntos, mas o ideal é que você tenha sempre em mente focar sobre um assunto e deixar os demais assuntos apenas como coadjuvantes, pois o seu blog ganhará destaque e importância dentro daquele nicho específico.

Então, voltando ao nosso exemplo sobre o “mundo feminino”, se você decide que vai falar sobre vários temas, tente escolher um que você goste mais ou se identifique mais. Aquele que você tem mais facilidade de escrever e crie mais posts sobre ele, usando outros assuntos apenas para variar ou complementar o assunto principal.

Funciona mais ou menos como uma loja, por exemplo. É ótimo você entrar numa loja de departamentos e se deparar com roupas, produtos de casa, sapatos. Entretanto, nesse tipo de loja você as vezes pode se sentir perdido e acabar nem encontrando aquilo que você precisava. E isso gera frustração. Então, se você precisa de uma roupa e está com pressa você vai preferencialmente numa loja específica de vestuário.

Mas atenção, não estamos falando para você ficar tratando de um único tema para o resto da vida! Essa definição é importantíssima no começo do seu blog. Quando você ainda está tentando ganhar popularidade dentro da blogosfera. A partir do momento em que você conseguiu alcançar essa relevância, você já tem uma quantidade boa de leitores, eles já são fiéis ao seu blog, então você pode “se permitir” mais e ir focando em outros assuntos.

Um exemplo interessante, é o do blog Keep Calm and DIY. O próprio nome do blog já deixa claro qual é o seu foco: Tutoriais de Faça Você Mesmo (Do It Yourself).

O canal do blog tem vários vídeos com essa temática e se tornou referência no assunto. Entretanto,  hoje são postados vídeos sobre os mais diversos assuntos e inclusive no blog existem posts sobre moda, beleza. Ao ganhar mais popularidade e visibilidade, os assuntos se tornaram mais diversificados e essa estratégia fez com que o blog conseguisse fidelizar os leitores e posteriormente tem garantido que outras pessoas (com outros interesses) também conheçam o trabalho da blogueira. E ai, voltando ao exemplo da loja, no momento em que você quiser apenas passear, curtir, você vai entrar naquela loja de departamentos enorme, que você já conhece, já gosta e vai passar horas ali olhando cada detalhe e comprando o que você precisa e o que nem sabia que precisava! 😉

No próximo post vamos falar sobre Qual plataforma escolher na hora de criar seu blog!